Indústria

Crescimento

Ministério da Indústria autoriza ZPE de Parnaíba a receber quatro novas indústrias

As empresas atuarão na produção de mel, cosméticos, tratores agrícolas e castanha de caju

 
 
As novas indústrias devem gerar mais de 250 empregos diretos (Fotos: divulgação)

 As novas indústrias devem gerar mais de 250 empregos diretos (Fotos: divulgação)

 
 

A Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Piauí, localizada em Parnaíba, foi autorizada a receber quatro novas indústrias, com investimentos de aproximadamente R$ 160 milhões. A autorização veio no final do mês de maio pelo Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE), em reunião presidida pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC). 

As novas indústrias, que não tiveram os nomes revelados, devem gerar mais de 250 empregos diretos na região, irão focar na produção de mel, cosméticos, tratores agrícolas e castanha de caju. Além desses projetos, outros dez estão em análise e mais cinco propostas serão enviadas ao CZPE até o fim do ano.

Álvaro Nolleto, presidente da ZPE Piauí, enfatiza que a chegada dessas indústrias representa um importante avanço nas relações comerciais. “A ZPE tem um papel importante no desenvolvimento do Piauí e na geração de emprego e oportunidades”, destacou Nolleto. 

ZPE de Parnaíba foi inaugurada em 2022


A ZPE do Piauí, em operação desde fevereiro de 2022, abriga duas empresas: uma focada na produção de madeira ecológica e outra na produção de cera de carnaúba. Além disso, o local receberá dois projetos de Hidrogênio Verde, com início das construções previstas ainda para este ano. Os investimentos somam cerca de R$ 200 bilhões.

Com a aprovação do CZPE, as novas indústrias têm até 90 dias para criar seus CNPJs e receber a autorização de funcionamento. Após isso, terão até 30 dias para iniciar a implantação das fábricas.

O que são as ZPEs?

As Zonas de Processamento de Exportação (ZPE) são áreas de livre comércio focadas na produção de bens e serviços para exportação. Elas ajudam a fortalecer a balança comercial, promovem o desenvolvimento local e reduzem as desigualdades regionais.


Leia também

Inauguração do Porto de Luís Correia marca nova fase na economia do Piauí

Piauí tem grande potencial para se destacar em hidrogênio verde, avalia entidade nacional

Após primeira exportação, ZPE Parnaíba aguarda chegada de 11 novas empresas


Dentro das ZPEs, as empresas que produzem para exportação têm benefícios fiscais, como a suspensão de impostos (IPI, Pis-Cofins, Imposto de Importação e AFRMM) na compra de insumos e matérias-primas. Se esses produtos forem exportados, as taxas podem ser convertidas em isenção ou alíquota zero.

“O regime das Zonas de Processamento de Exportação é um importante instrumento para promoção da industrialização do país, com foco em produtos e serviços brasileiros com atratividade internacional”, explica o Secretário-Executivo do MDIC, Márcio Elias Rosa. 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

Fonte: Governo do Estado

Mais de Indústria