Comércio & Serviços

Negócios no esporte

Com 800 atletas, evento usa o esporte para fortalecer economia de Teresina

Seminário Entre Rios reúne quatro competições no fim de semana na capital, além de palestras e eventos corporativos

 
O turismo esportivo traz retorno financeiro para a economia local (Foto: divulgação/PMT)

 O turismo esportivo traz retorno financeiro para a economia local (Foto: divulgação/PMT)

 
 

A participação de 800 atletas em quatro competições esportivas no Seminário Entre Rios, que acontece de sexta-feira (20) até domingo (22) em Teresina, é o pontapé para o fortalecimento do turismo esportivo da capital e o seu resultado com a geração de negócios. O evento é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico da capital e do Governo do Estado para tornar Teresina a capital de eventos esportivos e, assim, movimentar a economia da região.

O potencial é grande. “Os próprios teresinenses têm aderido às competições que vão surgindo, o que facilita a atração do público de fora da capital. Nosso propósito é tornar Teresina uma vitrine no mundo esportivo e com isso impactar a economia, gerando negócios”, afirmou o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico Marcelo Eulálio, que esteve presente na abertura do evento, na manhã desta sexta-feira (20), no Centro de Convenções de Teresina.

Marcelo Eulálio, secretário da Semdec, durante abertura do seminário (Fotos: Piauí Negócios)

Dos 800 atletas inscritos, mais da metade são de outros municípios do Piauí e de outros estados. Esse público gera recursos para o setor hoteleiro, gastronômico e de transporte, no mínimo. “O fato de cidade ser plana facilita as competições de ciclismo por exemplo. E as quadras do beach tênis estão sendo elogiadas pelos atletas que já chegaram”, afirma Caio Sampaio, presidente do Instituto de Gestão e Desenvolvimento Social (IGDS), entidade que organiza o evento.

O vereador Venâncio Cardoso vê o turismo esportivo inclusive como uma saída para reduzir o impacto negativo da redução de eventos corporativos presenciais devido à pandemia e, principalmente, por conta do avanço das tecnologias, que permitem reuniões online e, portanto, sem atração de visitantes à capital.

No caso do turismo esportivo, não tem como acontecer sem a presença física. “Cada atleta que chega à cidade é um consumidor. E em geral ele traz um acompanhante. Assim, são pessoas que vão usar hotéis, restaurantes, transporte, trazendo benefício para a economia de Teresina”, frisa Venâncio Cardoso.

Caio Sampaio e Venâncio Cardoso na abertura do evento

Um exemplo do impacto do turismo esportivo é o enduro-rally Piocerá, realizado em janeiro. Em 2019, 62% dos leitos de hotéis da capital piauiense estavam ocupados durante a competição. Outro evento já consolidado é o Picos Pro Race, que em 2022 completa 10 anos e, durante os três dias em que acontece, movimenta R$ 4 milhões na economia de Picos, município sede da disputa de ciclismo.

As competições do Seminário Entre Rios que irão acontecer na cidade são corrida, ciclismo, beach tennis e patins, nos dias 21 e 22 de maio, da Avenida Raul Lopes. Confira a programação abaixo:

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Mais de Comércio & Serviços