Comércio & Serviços

Dinheiro

Piauí Fomento vai lançar nova linha de crédito para pequenos negócios

Recursos atenderão a empreendedores de áreas urbana e rural, com juros de até 5% ao ano

 
Luiz Carlos Everton, da Agência Piauí Fomento (Foto: divulgação)

 Luiz Carlos Everton, da Agência Piauí Fomento (Foto: divulgação)

 
 

Novas linhas de créditos voltadas aos donos de pequenos negócios e o aporte financeiro para a linha microcrédito serão anunciados pelo Governo do Piauí, por meio da Agência Piauí Fomento. As ações, voltadas ao Programa Apoio a Pequenos Negócios – Crédito Urbano e Rural, serão anunciadas na próxima quinta-feira (19), no Palácio de Karnak, durante solenidade.

A iniciativa tem o propósito de oferecer oportunidades mais justas de desenvolvimento, incentivando o empreendedorismo no campo e na cidade. São formatos de crédito, com taxas ainda mais reduzidas do que as praticadas atualmente como, por exemplo, a linha de crédito para a agricultura familiar, que teve o prazo de carência estendida de acordo com a atividade a ser financiada, podendo chegar a 24 meses, com 60 meses para pagar, para créditos de até R$ 50 mil. Os juros podem chegar a até 5% ao ano.

O financiamento pode chegar a 100% do investimento. Para a liberação do recurso, podem ser exigidos garantia real, avalista, aval ou seguro.


Leia mais

Mais rápida que bancos, Piauí Fomento libera crédito a empresas em até 15 dias

Piauí Fomento: empréstimos a empresas do interior superam os destinados a Teresina


O primeiro passo para que o tomador tenha acesso ao crédito rural é procurar uma unidade do Emater em seu município, caso sejam financiamentos para a produção rural, ou a agência Piauí Fomento, que funciona de segunda a sexta-feira, das 08h às 14h, em Teresina, o telefone para contato é o 86 3221-6277. Após trâmite interno, o crédito é liberado pela Piauí Fomento.

A terceira categoria de crédito, que será anunciada pela governadora Regina Sousa, concretiza uma ideia inovadora para a agência Piauí Fomento. “A linha de crédito para incentivar a agricultura familiar vai atender às necessidades de capital de giro, investimentos mistos das micro e pequenas empresas que comercializam produtos da agricultura familiar dos produtores da economia piauiense”, explica Luiz Carlos Everton de Farias, presidente da

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: Piauí Fomento

Mais de Comércio & Serviços