Pesquisas

Tendência

Frota de carros elétricos no Piauí cresce 72%

Teresina tem a quarta maior quantidade de veículos limpos entre as capitais do Nordeste

 
Os veículos da marca Toyota são 76% dos carros elétricos do Piauí (Foto: site Toyota)

 Os veículos da marca Toyota são 76% dos carros elétricos do Piauí (Foto: site Toyota)

 
 

O avanço da tecnologia permitindo a popularização de veículos elétricos e elétricos-híbridos (que possuem motor a combustível e elétrico) começa a ganhar corpo no Piauí. Entre 2020 e 2021, a frota de carros do tipo no estado cresceu 72%, saltando de 367 unidades para 631. E Teresina possui a quarta maior quantidade entre as capitais do Nordeste, superando São Luís, João Pessoa, Maceió, Aracaju, Natal. São 481 veículos do tipo na capital piauiense.

Segundo a NeoCharge, empresa especializada em recarga elétrica associada à Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), a marca com mais unidades de carros eletrificados no Piauí é a Toyota, com 483 veículos, ou 76% do total. Em seguida vem a Volvo, com 13% de participação. (veja tabela mais abaixo). 

Crescimento da frota de carros eleétricos no Piauí desde 2015 (Fonte: NeoCharge/ABVE)

O aumento da procura por carros elétricos acompanha em tendência nacional. No Brasil, o crescimento da frota no mesmo período foi de 77%, passando de 43.980 para 72.956 unidades, sendo a maior parte deles localizadas no estado de São Paulo, que responde por 33% do total de veículos desse tipo do Brasil. Entre as 27 unidades da Federação, o Piauí possui a 18ª frota.

Segundo a ABVE, a frota de eletrificados leves no Brasil já é superior a 82 mil veículos, devendo ultrapassar a marca dos 100 mil no início do segundo semestre. A maioria absoluta dos veículos vendidos são híbridos. Dos 34.990 veículos emplacados no ano passado, 92% foram híbridos e apenas 8% totalmente elétricos.

80% dos veículos elétricos no Piaui são híbridos

O total de veículos eletrificados ainda é muito pequeno em relação à frota nacional. São apenas 0,1% dos mais de 100 milhões de veículos em circulação no país. O valor dos carros, a partir de R$ 150 mil, é uma das barreiras. Mas o vice-presidente da ABVE, Thiago Sugahara, frisa que as vantagens pelo carro movido a energia são maiores, em alguns aspectos, inclusive no custo por quilômetro rodado. 

Segundo Thiago Sugahara, o motor elétrico tem capacidade de aceleração maior do que o motor a combustão, que utiliza gasolina e álcool, por exemplo. Thiago ainda explica que os carros elétricos, a cada 100 Km rodados custam até R$ 16. Já os movidos a combustão, podem custar até R$ 70 para rodar os mesmos 100 Km.

A tendência da venda de veículos elétricos é crescer mais, segundo o presidente da ABVE, Adalberto Maluf. “O brasileiro está claramente optando pelo veículo elétrico limpo, silencioso e sustentável. A eletromobilidade avança no país, em contraste com o mercado convencional de veículos a combustível fóssil”, afirma.

A Toyota é a marca que possui a maior frota de veículos limpos no Piauí

Ele comparou esse percentual com o da Alemanha, por exemplo, cujas vendas de elétricos saltaram de 3% do mercado local em 2019 para 26% em 2021 (25% em fevereiro de 2022). Também citou a China, cujas vendas de veículos leves de “novas energias” atingiram 13% do gigantesco mercado do país em 2021. Na Europa, esse market share chegou a 17% no ano passado. Nos Estados Unidos, a 4%.

Eletroposto

Pensando já nesses consumidores, a Equatorial Energia inaugurou no último dia 16, em parceria com a Prefeitura de Teresina, o primeiro posto público do Piauí destinado ao carregamento de carros, motos e bicicletas elétricas.  Além disso, a empresa anunciou a instalação de pontos de recarga, até o final do ano, na estrada que liga Teresina a São Luís.

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: ABVE e Agência Brasil

Mais de Pesquisas