Pesquisas

Empregos

Pequenos negócios geraram 100% das vagas de trabalho no Piauí em outubro

Enquanto as médias e grandes empresas fecharam 575 postos de trabalho, as micro e pequenas geraram 1.839 vagas

 
Empresas do segmento de Serviços foram as que mais criaram vagas no Piauí (Foto: Agência Brasil)

 Empresas do segmento de Serviços foram as que mais criaram vagas no Piauí (Foto: Agência Brasil)

 
 

Com a abertura de 201,7 mil novos postos de trabalho, as micro e pequenas empresas foram as responsáveis por 79,7% das 253 mil vagas criadas no mês de outubro em todo o país. No Piauí, esses empreendimentos foram responsáveis pela geração de 100% das vagas no mesmo mês, que totalizaram 1.839.

Os números são do levantamento realizado pelo Sebrae com base nos dados disponibilizados pelo Caged, do Ministério da Economia, que mostram ainda que os pequenos negócios lideraram a geração de empregos no Piauí e no Brasil ao longo de todo este ano.

“A cada levantamento do Caged fica mais evidente a importância dos pequenos negócios para a economia do Piauí e do Brasil. Em outubro, enquanto as micro e pequenas empresas geraram 1.839 vagas, as médias e grandes empresas fecharam 575 postos de trabalho no Estado. Isso aumenta a nossa responsabilidade de trabalhar para que os pequenos negócios sejam cada vez mais competitivos e sustentáveis”, comenta o diretor superintendente do Sebrae no Piauí, Mário Lacerda.


Leia mais

Pequenos negócios têm potencial de crescimento na economia digital

Femicro nos Bairros vai capacitar microempresas em 2022

José Tarciso: Microempresas vão demorar até quatro anos para se recuperarem da pandemia


No acumulado do ano, 72,7% das vagas criadas no país entre os meses de janeiro e outubro estão sob o guarda-chuva dos pequenos negócios. No total, foram gerados, no Brasil, 2,6 milhões de empregos, sendo que as micro e pequenas empresas são responsáveis por 1,9 milhão. No Piauí, o percentual é ainda maior, ficando em 95% das 20.590 vagas, com 19.567 postos gerados entre janeiro e outubro.

Segundo o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, mesmo com a nova metodologia adotada pelo Caged, as micro e pequenas empresas mantiveram o bom desempenho apresentado desde a retomada da geração de empregos no país. “O quantitativo de outubro é menor do que o observado nos últimos meses, devido à mudança de metodologia. Mas os números continuam mostrando que os pequenos negócios são os que mais têm contribuído para a criação de novos postos de trabalho no país. São eles os grandes responsáveis pelo sustento de milhões de famílias brasileiras”, ressalta Melles.

Quando analisada a geração de empregos por setor, no mês de outubro, as micro e pequenas empresas do segmento de Serviços foram as que mais criaram vagas (699) no Piauí. Em segundo lugar ficaram as empresas do Comércio com 538 novos postos de trabalho, seguidas da Construção Civil (288) e da Indústria da Transformação (239). Nos pequenos negócios Extrativistas Minerais foram 39 vagas e na Agropecuária 32 novos postos.

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: Sebrae

Mais de Pesquisas