Artigos & Colunas

Fundos imobiliários

Depois de perder até para a poupança, a Bolsa ainda é um bom investimento?

 
 
 

Na última terça-feira (30/11/2021), o portal UOL publicou notícia com a seguinte manchete: “Poupança bate Bolsa e é melhor investimento do mês, mas perde da inflação”.

Segundo a notícia, “o Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa brasileira (B3), emendou a quinta queda mensal seguida, enquanto o dólar caiu pela primeira vez ante o real após dois meses de alta. O destaque positivo do período então foi a poupança, que aumentou o rendimento dos investidores graças à alta da Selic feita pelo Banco Central este ano. Mas a poupança ainda está perdendo da inflação, que teve em novembro a maior alta para o mês desde 2002”. Veja a matéria completa em: https://economia.uol.com.br/mais/ultimas-noticias/2021/11/30/poupanca-e-dolar-sobem-em-novembro-ibovespa-tem-5-queda-mensal-seguida.htm

Essa notícia causou muitas dúvidas, em especial se ainda vale a pena investir em ações e fundos imobiliários ou se seria o momento de voltar a aplicar na velha conhecida poupança.

Vamos esclarecer, então, alguns detalhes.

Primeiro, é importante destacar que investimentos de renda variável são muito eficientes no longo prazo, mas totalmente irracionais e imprevisíveis no curto prazo. Os gráficos abaixo ilustram bem essa afirmação.

 

 Fonte: TradingView

 

Esse primeiro gráfico mostra o comportamento do Ibovespa nos último 06 meses; foi ladeira abaixo, não é verdade?

Mas veja este segundo gráfico, que mostra o índice desde 1995:

Fonte: TradingView

 

Percebem como a coisa muda de perspectiva quando olhamos o longo prazo? Sem dúvidas, houve diversos momentos muito parecidos com o atual, de queda forte, mas quem manteve a racionalidade e não se deixou levar pela emoção nos momentos de baixa, conseguiu bons retornos.

Outro detalhe interessante de se recordar é que “patrimônio não te alimenta. O que te alimenta é o dividendo, a renda que esse patrimônio gera”, como resumiu muito bem o maior investidor pessoa física da Bolsa brasileira, Luiz Barsi.

Para quem investe com essa tese (geração de renda passiva através dos dividendos), pouco importa se os índices estão subindo ou caindo; o importante é se a renda do investidor aumenta com o passar do tempo.

Na verdade, quando a “bolsa está caindo”, o investidor pode comprar mais renda passiva pagando menos. É quase uma promoção de black friday, em que as ações e os fundos imobiliários ficam mais baratos.

Para ilustrar, veja este último gráfico, que mostra a evolução da minha renda passiva desde 2019, quando comecei a investir em fundos imobiliários:

 

Legenda

 

Dito isso, faça a reflexão pessoal e tente responder à pergunta do início: ainda vale a pena investir na bolsa?

Se você viu esses dados aqui na nossa coluna no site PIAUÍ NEGÓCIOS e quiser saber um pouco mais sobre os fundos imobiliários, dá uma olhada no meu livro Noções Básicas de Fundos Imobiliários, que está disponível na Amazon: https://amzn.to/3k6qDAd

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: João Ricardo Imperes - investidor

Mais de Artigos & Colunas